Por que o corpo humano precisa de oxigênio?

Poucas coisas são tão importantes para a nossa sobrevivência quanto o ar que respiramos. Embora o oxigênio que entra em nossos pulmões seja vital, boa parte das pessoas raramente pensa nisso, já que a função é automática.

Mas você conhece as razões exatas pelas quais não conseguimos viver sem oxigênio por mais de alguns minutos?

A importância do oxigênio para o corpo humano

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Além de alimentar as nossas células, o oxigênio também ajuda a fornecer ao nosso organismo os blocos de construção básicos que precisamos para sobreviver. Por exemplo, as nossas células combinam o oxigênio com o hidrogênio para fabricar uma série de proteínas que, por sua vez, construirão novas células.

Quando combinado com carbono e hidrogênio, o oxigênio ajuda nosso corpo a obter carboidratos que fornecem energia para podermos concluir nossas atividades diárias. Em relação às células, o oxigênio é fundamental para a construção e reposição de bilhões danificadas diariamente em nossos corpos.

Como se isso já não deixasse claro o quanto dependemos desse gás para viver, ainda vale destacar que o sistema imunológico do corpo humano praticamente não existiria sem ele, pois as células responsáveis por defender nosso organismo contra vírus, bactérias e outros invasores, não poderiam ser fabricadas.

A exclusiva captação do oxigênio pelo olho

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

As principais portas de entrada do oxigênio em nosso corpo são a boca e o nariz. Então, o ar é direcionado para a traqueia e para os pulmões dando início as diversas funções descritas anteriormente.

No entanto, o olho humano recebe oxigênio de uma maneira bem particular: nossos olhos se adaptaram para absorver a maior parte do oxigênio de que necessitam diretamente por meio da córnea. Por isso, muitas vezes, quando o ar não está bem limpo, os nossos olhos ficam irritados.

Tudo tem limite

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Devido à importância do oxigênio para nosso corpo, muitas pessoas podem pensar que “quanto mais, melhor!”. Porém, não é assim que as coisas funcionam: o corpo só tem capacidade para lidar com uma quantidade limitada de oxigênio. Se uma pessoa respirar um ar com alta concentração de oxigênio, o seu corpo pode ficar sobrecarregado.

E as complicações dos altos níveis de O2 em nosso organismo vão muito além de uma tontura momentânea: tosse, convulsões, perda de visão e envenenamento do sistema nervoso central podem entrar na lista de complicações. Além disso, com o tempo os pulmões ficam muito prejudicados perdendo suas funcionalidades. Caso isso ocorra, a pessoa pode até morrer.

More in Fatos&Fatos.com