Não vale rir: 6 perguntas engraçadas respondidas pela ciência

A ciência é algo incrível, concorda? Mas quem nunca se pegou uma situação de estar em uma palestra, no meio da aula ou até numa conversa descontraída e ser surpreendido por perguntas engraçadas e, às vezes, embaraçosas?

Seus problemas acabaram. Bem, isso não é bem verdade, mas podemos afirmar que suas dúvidas mais engraçadinhas têm respostas dadas pela ciência e há como provar. Basta ler essa lista com 6 respostas a perguntas marotas que já passaram na mente de todo mundo que passou pela quinta série — ou que continua lá. Confira.

1. Por que a água é molhada?

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

O que chamamos de “molhado” é, na verdade, o frio que sentimos à medida que a água evapora, que convencionamos entender como umidade. Uma forma interessante de compreender isso na prática é imaginar outros líquidos, como o óleo de cozinha, que não evapora facilmente.

Em condições normais de temperatura e pressão, a sensação de mergulhar o dedo nos dois será bem distinta. Ah, para quebrar o gelo em um próximo encontro, pode contar que existe água seca, ainda que seja incomum. Mas isso fica para outro texto.

2. Como os pássaros fazem xixi?

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Falar sobre fezes e xixi sempre gera perguntas engraçadas e um tanto embaraçosas. Vamos à resposta. Como não possuem bexiga para armazenar urina, os líquidos que os pássaros bebem vão direto para o intestino. Lá, eles são absorvidos, passando para o sangue e chegando até os rins, onde são purificados.

O que sobra desse processo é depositado juntamente com as fezes em uma parte do intestino chamada coprodeu, uma das três estruturas que compõem a cloaca. Ao expelir, tudo sai junto como se fosse uma pasta meio esbranquiçada.

3. Peixes têm sede?

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Vocês e suas perguntas engraçadas. Pois bem, os peixes não bebem água, ao menos não como os humanos. O líquido se difunde pelo corpo desses animais marinhos por um processo conhecido como osmose.

A maneira como isso acontece vai depender do tipo de água em que residem, se doce ou salgada. Ou seja, peixes precisam ingerir água, só não sentem sede.

4. Alienígenas existem?

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Adoraria ter uma resposta para essa pergunta, mas nem mesmo a ciência a tem. O que se sabe é que não sabemos nada. Gostou da resposta engraçadinha? Bem, não há provas, ainda, que possibilitem a ciência afirmar que alienígenas existem ou não.

O que se sabe é que existem muitos planetas orbitando as estrelas no universo, e que em alguns deles é possível encontrar água em estado líquido, mas ainda faltam meios de comprovar a existência de outros seres.

5. Como é que sabemos quais sons faziam os dinossauros?

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Nada como um bom filme sobre dinossauros, mas vem cá: como é que os cientistas sabem os sons que eles emitiam? Essa foi uma missão bem difícil para eles, afinal, as cordas vocais dos dinos eram feitas de tecidos moles e não chegaram a ser fossilizadas.

O que os cientistas fizeram para responder a perguntas engraçadas como esta foi olhar para os parentes vivos mais próximos, como aves, crocodilos e outros répteis. Dessa forma, conseguiram levantar hipóteses sobre como as estruturas vocais vibravam e produziam sons profundos e altos.

6. Como os gatos fazem sexo?

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Haja gritaria durante a cópula dos gatos. Isso porque os miados começam logo que a gata entra no cio, e começa a chamar a atenção dos machos, que também respondem com miados.

Assim que encontra o parceiro, a gata se coloca em posição de lordose, para que o gato possa montá-la. O sexo entre eles dura, em média, 19 minutos, mas pode chegar até 90 minutos. No período de cio, as gatas podem chegar a acasalar até 50 vezes.

More in Fatos&Fatos.com